ComportArte BLOG

Informações e novidades para você.

Temperamento, caráter e personalidade

Temperamento, caráter e personalidade

Para falar sobre personalidade é necessário antes esclarecer o conceito que está sendo usado. O entendimento do que esta palavra significa varia bastante, por diversas razões.

 

Além dos conceitos aqui apresentados, existem outros, usados não apenas por linhas teóricas diferentes, mas também relacionados a outras áreas do conhecimento.

A personalidade pode ser entendida como um padrão comportamental de pessoas, que agem de forma parecida, ou como algo único, que nos distingue como indivíduos. Quando tratarmos de personalidade em nossos textos, usaremos o conceito descrito neste post e, para explicá-lo, começaremos distinguindo temperamento e caráter

 

Temperamento

O temperamento consiste em características inatas, genéticas e constitucionais. A ele correspondem alguns componentes do nosso jeito de ser que influenciam diretamente a nossa forma de entendermos e nos relacionarmos com o mundo ao nosso redor. Simplificando bastante, podemos atribuir ao temperamento características como tendência a manifestar desconforto psicológico diante das experiências; sociabilidade; abertura a novas experiências; tendência a se proteger de danos; dependência de recompensas para a execução ou manutenção de comportamentos; capacidade de persistir apesar das frustrações etc. Além destas, o grau de amabilidade (expresso pelo equilíbrio dado entre compaixão e hostilidade) e de responsabilidade diante das próprias escolhas e objetivos também são atribuídos ao temperamento.

Quem convive com crianças pequenas consegue distinguir, desde cedo, características como essas, manifestas no dia a dia, e consegue perceber o quanto ser de um jeito ou de outro é capaz de favorecer ou não o desenvolvimento e o amadurecimento individual. Como você pode imaginar, a família e o grupo social no qual o indivíduo está inserido podem reforçar ou desestimular a expressão das características inatas de cada um, sendo por isso extremamente importantes no processo de formação da personalidade.

 

Caráter

O caráter, por sua vez, refere-se ao que é aprendido na interação com o ambiente de acordo com os comportamentos reforçados, frustrações e punições que ocorrem na história de cada um ao longo da experiência e do processo de socialização

Como comportamentos associados ao caráter, temos a capacidade de fazer algo visando objetivos próprios, a cooperatividade (grau de envolvimento com o que é do outro ou da comunidade) e a autotranscedência (que nos faz capazes de abrirmos mão de determinados objetivos ou da satisfação pessoal para satisfazer ou atender ao que é do outro ou da comunidade).

A cultura pessoal e o ambiente familiar e social têm influência direta na definição do caráter, sendo capazes de moldar e modificar as características do indivíduo ao longo do tempo. 

Em ambientes desfavoráveis, pessoas predispostas, por exemplo, a serem honestas ou tranquilas podem ser, após algum sofrimento, influenciadas até mesmo a se comportar de forma antiética ou inadequada em relação ao outro, a fim de se adaptarem (ou sobreviverem) num ambiente social hostil. Da mesma maneira, delírios ou interpretações baseadas em crenças fora da realidade podem fazer o indivíduo se comportar de maneira incompreensível ou injustificável para quem está ao seu redor. Nessas circunstâncias, um tratamento psicológico ou psiquiátrico é essencial para promover mudanças favoráveis, uma melhor adequação e, consequentemente, menos sofrimento para o indivíduo que é tratado e aqueles que o cercam.

 

A partir desses dois conceitos, descrevemos personalidade como um padrão de pensamentos, sentimentos e comportamentos característicos, resultante da conjunção entre temperamento e caráter, que distingue as pessoas entre si e persiste ao longo do tempo e diante das situações cotidianas.

 

Texto escrito por:
• Anny Karinna P. M. Menezes - Médica Psiquiatra e Analista do Comportamento (CRM-SP 89012; RQE 29874)

Referência:
Conceitos atuais sobre os tratamentos da personalidade. Caballo, V. E. In: Manual de transtornos da personalidade: descrição, avaliação e tratamento. Caballo, V. E. Livraria Santos Ed. Ltda., 2008. 

 


Outras Postagens

© 2022 ComportArte. Todos os direitos reservados. Rua Cayowaá, 1071 • Sl 33/34 • São Paulo/SP • 11 3803-7633 • 11 96547-6546